Desmistificando o Psicoteste do Concurso PMESP - Concurso Policial - o passo-a-passo para se tornar policial

Etapas do Concurso

Desmistificando o Psicoteste do Concurso PMESP

Capitão Danillo
Escrito por Capitão Danillo
Desmistificando o Psicoteste do Concurso PMESP
Dicas e técnicas para chegar à aprovação mais rápido

Aprenda a se preparar para o seu Concurso Policial:

Hoje vou esclarecer todos os detalhes da Avaliação Psicológica (Psicoteste) do Concurso de Soldado da Polícia Militar do Estado de São Paulo, o Concurso PMESP.

Existem vários mitos em relação a essa etapa, e por isso vou explicar o que é e como funciona a Avaliação Psicológica.

Todas as informações trazidas aqui têm como referência o edital mais recente do concurso (2019). Caso surja alguma dúvida, deixe um comentário. Faço questão de ler e responder na primeira oportunidade.

Vamos lá!

O que é a Avaliação Psicológica?

A fase da Avaliação Psicológica do concurso tenta identificar os candidatos que possuem o perfil para o cargo de soldado da PM e aqueles que, por alguma razão, possuem um perfil contraindicado.

Assim, o psicoteste avalia se o candidato apresenta características cognitivas (processos de percepção) e de personalidade favoráveis para o desempenho adequado das atividades inerentes à carreira policial-militar.

Qual o perfil necessário para ser soldado da PMESP?

Perfil psicológico do policial

Para a Polícia Militar do Estado de São Paulo, o perfil que exigido para exercer o cargo de soldado PMESP tem como base os seguintes atributos:

Flexibilidade moderada

Indica a necessidade de o candidato ser aberto à escuta e ao diálogo, tanto com seus colegas de profissão, com seus superiores e com a própria sociedade.

Disposição para o trabalho

Aqui, a disposição significa não apenas estar determinado ao trabalho, mas também estar preparado para se expor a situações de estresse e alta tensão, sem que seja abalado emocionalmente ou atingido fisicamente. Em outras palavras, ter equilíbrio físico e mental.

Capacidade de liderança

A liderança se caracteriza pela potencial criatividade e proatividade em meio às necessidades nas tarefas requeridas. Para isso, é fundamental se valer do auxílio da comunidade para agregar energias e obter bons resultados nas ações.

Relacionamento interpessoal adequado

Essa característica diz respeito a uma boa qualidade nas relações humanas, estejam em conflito ou não. Isso permite que o soldado consiga comunicar-se apropriadamente com indivíduos nas condições mais adversas.

Inteligência

A inteligência é considerada como fator indispensável no sentido de receber profissionais que tenham capacidade para adquirir novos conhecimentos, para se adaptar a situações difíceis e capazes de memorizar o que é ensinado nos cursos militares.

Fluência verbal

A fluência verbal se caracteriza pela fala clara e eficiente, expressando-se com desembaraço, sendo eficaz na comunicação. Aspecto necessário ao cargo de soldado, em que a conversação é requisitada diariamente.

Resiliência

Potencial para superar frustrações e adversidades. O cargo exige a transformação dos insucessos em aprendizagem.

O que não é desejado do candidato no Psicoteste

Perfil psicológico contraindicado PMESP

As características que poderão levar um candidato à reprovação são as seguintes:

  • Medo irracional (fobias extremas)
  • Descontrole emocional
  • Agressividade
  • Impulsividade
  • Ansiedade exagerada
  • Descontrole psicomotor

Perceba que a Polícia Militar não busca pessoas geniais, nem com profunda capacidade de oratória, ou tampouco que tenha um desenvolvimento intelectual brilhante.

Não é preciso ter altíssima instrução ou vários cursos no currículo, mas sim candidatos que sejam equilibrados, que vão estar abertos a aprender, a atender às necessidades da sociedade sem comprometer o exercício da função.

Agora que você entende o perfil psicológico exigido pela PMESP, vamos ver algumas dicas sobre como o funcionamento da Avaliação Psicológica.

Como a Avaliação Psicológica é realizada

Avaliação Psicológica PMESP

Os testes da avaliação psicológica ocorrem através de três fontes para coleta de informação:

  • Testes psicológicos: podendo ser aplicados de forma coletiva e/ou individual;
  • Entrevista individual;
  • Registros de comportamento individual.

Testes psicológicos

Os testes psicológicos são sigilosos e mudam a cada concurso. Por isso, o que posso dizer é que é um processo bem simples.

Tenha em mente que a intenção não é reprovar, mas descobrir se sua personalidade se encaixa ao perfil para o cargo de soldado. O importante é ir descansado, bem alimentado e não evitar ansiedade.

Entrevista individual

A entrevista individual é uma conversa entre você e um psicólogo da banca examinadora. Serão feitas algumas perguntas tais como:

  • Fale como você se enxerga enquanto pessoa.
  • O que a arma significa para você?
  • Como você vê o trabalho do policial militar?
  • Além da profissão de policial militar, em qual outra profissão você consegue se ver?

A dica que posso dar para a entrevista, é: seja você mesmo! Não precisa ensaiar ou levar respostas prontas. Afinal, o avaliador quer conhecer mais sobre você enquanto ser humano e ser social.

Caso seja identificado que você está sob ansiedade ou algum nível de timidez, o avaliador tentará te colocar em uma posição mais confortável, para que você consiga se expressar melhor.

Portanto, vá com calma. A entrevista é um ótimo espaço para mostrar quem você é e quem pretende ser enquanto agente da instituição.

Registros de observação

Os psicólogos da banca examinadora podem tomar nota sobre suas ações ao longo do processo de avaliação psicológica. Essas notas servirão também como fonte de informação para classificação do candidato como apto ou inapto.

O resultado do psicoteste

Psicoteste PMESP

O resultado final dos exames psicológicos será obtido a partir da análise técnica conjunta do material produzido pelo candidato no transcorrer desta etapa do concurso público.

Caso seja considerado inapto, você poderá, no prazo descrito no edital, marcar entrevista devolutiva para entender as razões da inaptidão.

É importante entender que a inaptidão nos exames psicológicos não pressupõe a existência de transtornos mentais, mas apenas que o candidato não preenche o perfil exigido para ser soldado da PM.

Algumas dicas para o Psicoteste

Dicas para o psicoteste PMESP

O primeiro passo para se sair bem, é: mantenha a calma! Você já passou pelas fases mais difíceis do concurso. Agora é ter em mente que irá para uma avaliação necessária e que tem altas chances de se sair bem.

A segunda dica, é: cuidado com os prazos! Fique sempre atento ao portal da banca para ter acesso a novas publicações e convocações sobre as datas de cada etapa, assim como para o período de recursos, caso precise.

Tem alguma dúvida? Deixe um comentário. Faço questão de responder esclarecendo o que for necessário.

Vamos conversando.

Quer mais conteúdo?

Deixe um comentário com dúvidas, pedidos ou sugestões: