Desmistificando a Investigação Social do Concurso PMERJ - Concurso Policial - o passo-a-passo para se tornar policial

Etapas do Concurso

Desmistificando a Investigação Social do Concurso PMERJ

Capitão Danillo
Escrito por Capitão Danillo
Desmistificando a Investigação Social do Concurso PMERJ
Dicas e técnicas para chegar à aprovação mais rápido

Aprenda a se preparar para o seu Concurso Policial:

Hoje vou falar da Investigação Social do Concurso PMERJ, uma das mais importantes etapas do concurso de soldado da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro.

Aqui você vai entender todos os detalhes da Investigação Social, eliminando de uma vez todos os mitos e dúvidas em torno do assunto.

Caso não consiga entender alguma parte do texto, deixe um comentário. Faço questão de responder na primeira oportunidade que aparece.

Vamos nessa.

O que é a Investigação Social do concurso PMERJ?

Investigação Social do concurso PMERJ

A Investigação Social, também chamada de Pesquisa Social, é a etapa do concurso em que a vida do candidato, seu comportamento e conduta social serão pesquisados.

Todos nós temos uma vida anterior ao concurso, um histórico de vida, relações sociais com outras pessoas, sejam familiares, amigos ou colegas de trabalho.

Visto que o policial militar vai trabalhar diretamente com muitas pessoas, de diferentes classes sociais, cor, religião, sexo e muitos outros aspectos, a capacidade de sociabilizar, de estabelecer um contato eficiente com os outros, é fundamental!

Por isso, preste atenção aos critérios descritos abaixo, que serão analisados nessa fase.

Critérios analisados na Investigação Social

Critérios para Investigação Social

Espera-se que o candidato a policial militar tenha sempre em mente as seguintes obrigações morais e deveres legais e sociais:

  • Integridade: ser honesto, incorruptível;
  • Honestidade: agir de acordo com os princípios e valores da Polícia Militar;
  • Honradez: seguir as normas da moral e da justiça;
  • Justiça: exercer a função de modo correto, justo.

Para que sejam aferidos esses deveres morais, os candidatos passam pelo exame de alguns âmbitos de sua vida. São considerados sua:

  • Conduta social;
  • Vida profissional;
  • Histórico Escolar;
  • Vida em sociedade;
  • Antecedentes de caráter policial;
  • Antecedentes de natureza criminal.

Isso significa que tanto a vida no ambiente doméstico quanto profissional do candidato serão avaliadas.

Por isso, é essencial que o candidato não possua condutas consideradas reprováveis ou incompatíveis com os valores da Polícia Militar em qualquer desses ambientes.

Para a PMERJ, as principais condutas reprováveis são:

  • Ter tido envolvimento com pessoas que cometem ou cometeram atos ilícitos;
  • Ter frequentado lugares incompatíveis com a função de um policial militar (como, por exemplo, lugares em que são cometidos ilícitos penais e contravencionais);
  • Ter residido sob o mesmo teto com pessoas que praticam, ativamente, ilícitos penais ou contravencionais,
  • Ter sofrido demissão por justa causa nos últimos 05 (cinco) anos de trabalho;
  • Praticado nos locais onde trabalhou atividades consideradas inidôneas e ilícitas;
  • Ter sido punido por falta considerada de natureza “GRAVE” que afete a honra e o pundonor militar na Força Armada ou Auxiliar em que serviu;
  • Que esteja respondendo ou tenha respondido inquérito policial militar, ou ser autor em Termo Circunstanciado de Ocorrência, processo criminal ou que tenha sentença ou transação penal condenatória, ou restritiva, transitada em julgado, por crimes ou contravenções.

Como ocorre a Pesquisa Social?

Pesquisa Social PMERJ

Como já dito anteriormente, esta etapa do concurso é de caráter eliminatório; ou seja, o candidato pode ser considerado APTO ou INAPTO.

Para ser considerado APTO para o concurso, o candidato deverá cumprir as seguintes obrigações:

  1. Preencher o Inventário Pessoal (um formulário específico com os dados gerais sobre o candidato, que será descrito melhor abaixo);
  2. Comparecer à entrevista e entregar quaisquer documentos solicitados durante a investigação.

Além disso, serão realizadas diligências para busca de informações locais dos candidatos (vizinhança, local de trabalho, âmbito familiar) e também serão coletados dados relativos aos antecedentes dos candidatos nos seguintes órgãos:

  • Institutos de Identificação;
  • Escolas públicas/privadas;
  • Empresas públicas/privadas;
  • Organizções policiais militares;
  • Organizações militares;
  • Órgãos judiciais e policiais;
  • Qualquer outro órgão julgado necessário.

Quais são documentos exigidos no Inventário Pessoal?

Documentos da investigação social - Inventário Pessoal

O candidato deverá apresentar a seguinte documentação:

  • Documento original de identidade;
  • 02 (duas) fotos 5X7;
  • Cópia do Certificado de Conclusão, OU original da Declaração da Unidade de Ensino, OU cópia do Histórico Escolar do Ensino Médio;
  • Cópia de documento de identidade (IFP ou DIC);
  • Cópia do CPF;
  • Cópia completa da Carteira de Trabalho relativa aos últimos 05 (cinco) anos;
  • Cópia do Certificado de Reservista (C.D.I.);
  • Cópia da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) de qualquer categoria, exceto categoria A;
  • Cópia da publicação do Ato de Desligamento ou Licenciamento para o candidato que seja ex-Policial Militar ou ex-Bombeiro Militar;
  • Certidão de Tempo de Serviço, caso seja ex-integrante da PMERJ;
  • Cópia da Ficha Disciplinar expedida a, no máximo, um mês, se o candidato for militar.

Após a análise das informações coletadas, você será considerado apto ou inapto para ingressar na Corporação.

Caso seja considerado inapto, não esqueça que tem o direito de recorrer da decisão da banca examinadora.

Através do recurso, você pode explicar à banca qual interpretação ela fez de maneira errada sobre você. A dica é nunca deixar de apresentar nenhum documento ou informação exigida.

Ainda têm dúvidas? Deixe um comentário para que eu possa esclarecer o que for necessário.

Vamos conversando.

Quer mais conteúdo?

Deixe um comentário com dúvidas, pedidos ou sugestões: