Entrevista: o cotidiano de um Tenente PMERJ - Concurso Policial - o passo-a-passo para se tornar policial

Entrevistas

Entrevista: o cotidiano de um Tenente PMERJ

Capitão Danillo
Escrito por Capitão Danillo
Entrevista: o cotidiano de um Tenente PMERJ
Dicas e técnicas para chegar à aprovação mais rápido

Aprenda a se preparar para o seu Concurso Policial:

A entrevista de hoje é com um tenente da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro. Juliano Alessandro ingressou na PMERJ em 2014, através do Curso de Formação de Oficiais, e conta que ficou quatro anos estudando até passar.

História interessante de persistência, mostrando que permanecer focado no longo prazo é muito importante para chegar à aprovação. Como ele diz: “Direcione toda sua energia numa única direção”.

Leia agora a entrevista completa e deixe um comentário:

Concurso Policial: Quando você ingressou na Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro? 

Tenente PMERJ Juliano:  Ingressei em 2014, no CFO (Curso de Formação de Oficiais).

Concurso Policial: Como se preparou para passar no concurso?

Tenente PMERJ Juliano: Estudei durante um bom tempo, pelo menos uns 4 anos. Estudei em curso preparatório e em casa. Só fui passar na quarta tentativa.

Concurso Policial: O que mudou na sua vida ao se tornar policial militar?

Tenente PMERJ Juliano: Quase tudo. A vida é outra: você não frequenta os mesmos lugares, o modo de agir em algumas situações é diferente também, algumas amizades precisam ser “afastadas”. Sua visão de mundo muda completamente.

Concurso Policial: Valeu a pena?

Tenente PMERJ Juliano: Muito. Me sinto realizado. Faria tudo de novo, se fosse necessário.

Concurso Policial: Como foi a relação entre expectativa e realidade após a aprovação?

Tenente PMERJ Juliano: A expectativa é sempre distante da realidade. Seja para lado positivo ou negativo. Contudo, quem escolheu essa carreira pode ir sem medo! É uma carreira extremamente satisfatória, em todos os sentidos.

Concurso Policial:  Como é a rotina de trabalho hoje?

Tenente PMERJ Juliano: O oficial tem uma carga de trabalho extensa. Varia de acordo com a unidade. Somos responsáveis pela parte administrativa e operacional. Em tempos de pandemia, hoje, trabalho no expediente dia sim, dia não. Com alguns serviços de 24h no mês.

“Jogue fora tudo aquilo que te deixa um pouco mais longe do seu sonho.”

Concurso Policial: Quais são os maiores desafios da carreira?

Tenente PMERJ Juliano: Muitos. Fazer Segurança Pública no Estado do Rio de Janeiro é uma missão extremamente complexa. Não existe fórmula mágica. É necessário muito profissionalismo, coragem e empenho. Temos um crime organizado muito forte e isso reflete diretamente nos índices de violência – consequentemente, afeta toda a sociedade. Nosso maior desafio é assegurar a paz e a ordem.

Concurso Policial: Quais foram as vantagens que você encontrou na profissão?

Tenente PMERJ Juliano: Plano de carreira bem estabelecido, prestígio, satisfação pessoal. Existem inúmeras vantagens, mas a melhor é ser útil para alguém. Um olhar de gratidão não tem preço.

Concurso Policial: Qual conselho você daria a quem sonha ingressar na carreira militar?

Tenente PMERJ Juliano: Seja intenso, seja persistente. Direcione toda sua energia numa única direção. Não sabote o seu sonho.

Não é todo lugar que você deve ir, não é todo trabalho que você deve aceitar, não é toda oportunidade que você deve pegar.

Foque na sua carreira, no seu aprendizado e jogue fora tudo aquilo que te deixa um pouco mais longe do seu sonho.

Essa é a fórmula, você vai chegar lá.

Quer mais conteúdo?

Deixe um comentário com dúvidas, pedidos ou sugestões: