Como ganhar confiança para passar no concurso da polícia - Concurso Policial - o passo-a-passo para se tornar policial

Motivacional

Como ganhar confiança para passar no concurso da polícia

Capitão Danillo
Escrito por Capitão Danillo
Como ganhar confiança para passar no concurso da polícia
Dicas e técnicas para chegar à aprovação mais rápido

Aprenda a se preparar para o seu Concurso Policial:

Quando me formei no curso de formação de oficiais (CFO) da Polícia Militar, fui uma das primeiras pessoas da minha família (incluindo primos e tios) a conquistar o nível superior, já que o CFO é um curso de bacharelado. Foi um orgulho para meus pais me ver formando, algo que eles nunca imaginaram que pudesse acontecer com eles.

A verdade é que venho de uma família que nunca teve condições financeiras muito boas. Estudei em colégio público, e lá em casa tudo sempre foi apertado, com meus pais se esforçando o máximo para garantir o pão de cada dia.

Eu tentava me dedicar aos estudos, apesar das várias dificuldades, distrações e carências que a escola pública oferecia. Precisei de 2 anos após o término do ensino médio para chegar à aprovação, compensando os conhecimentos não aprendidos e, principalmente, compreendendo a forma eficiente de estudar para passar no concurso da Polícia Militar.

Lembro disso tudo porque, antes de ser aprovado, qualquer pessoa poderia dizer que eu não conseguiria chegar onde estou hoje, no posto de Capitão da PM. Vindo de família humilde, tendo estudado em colégio público, sem qualquer referência de pessoas que tenham seguido o caminho que eu gostaria de seguir. Mas o fato é que persisti e consegui, e uma das principais habilidades que me fizeram chegar até aqui foi a confiança.

E a falta desse habilidade, infelizmente, é algo que destrói a preparação de muitos candidatos ao concurso da polícia, ou nem deixam a preparação iniciar.

Para onde você está olhando?

Sua motivação para se tornar policial

A parte positiva de olhar para o futuro é que podemos projetar coisas que nos motiva no presente. Você pode, por exemplo, se imaginar sendo soldado da Polícia Militar, com um salário de R$4 mil reais, saindo fardado para trabalhar e atuando nas ruas. Isso faz com que seu ânimo para estudar para o concurso aumente bastante.

Por outro lado, você pode começar a pensar na quantidade de assuntos que precisa estudar para ser aprovado e quanto tempo precisará destinar a isso. Aí seu entusiasmo diminui, você se sente cansado só de imaginar o trabalho e energia que precisará gastar.

As duas situações projetam algo que não existe, mas a primeira lhe motiva, e a segunda lhe desanima. Uma das grandes razões da falta de confiança entre os candidatos ao concurso da polícia vem dessa projeção da quantidade de trabalho que precisarão ter para chegar à aprovação. É como se você olhasse para o topo da montanha e desistisse de escalar, porque considera a jornada impossível.

Mas a verdade é que a única coisa que vai definir se você passa ou não no concurso da polícia é o que você está fazendo agora, neste exato momento. Seu foco deve estar 100% nos estudos que você está implementando hoje. Cada pequeno tópico do conteúdo programático, cada questão resolvida, são grandes objetivos conquistados, que terão, em algum momento, a aprovação como consequência.

Em resumo, você só precisa se preocupar em cumprir a missão de hoje. Se todos os dias você cumprir a meta estabelecida, sua confiança vai sendo renovada constantemente. Então, deixe de lado qualquer consideração sobre a quantidade de tempo, material, energia e trabalho que você precisa até chegar à aprovação. Considere apenas o que você precisa fazer agora para cumprir sua missão rumo à carreira policial.

Quem são suas referências?

Quem lhe ajuda no concurso da polícia

Uma frase clássica diz que “você é a média das cinco pessoas com quem convive”. Essa afirmação faz muito sentido, e, no caso de quem está estudando para o concurso da polícia, é importante perguntar o quanto as pessoas mais próximas lhe dão mais ou menos confiança para alcançar esse objetivo.

É fundamental estar próximo de pessoas que acreditam no seu potencial, que lhe motivam a realizar seus sonhos e lhe ajudam a se aproximar dos seus objetivos. Isso não é feito apenas através de palavras, mas também através de ações práticas.

Seu amigo pode compreender que você vai sair menos para a balada, pois seu foco agora é passar no concurso da polícia.

Seu marido pode cuidar um pouco mais dos filhos, para que sobre tempo para você estudar uma hora a mais.

Seu irmão pode fazer menos barulho, para que sua concentração nos estudos seja maior.

Você pode cuidar mais da sua saúde, se alimentando e dormindo melhor, para que esteja sempre disposto para estudar.

É importantíssimo se ajudar e ter ao seu lado pessoas que lhe ajudam a chegar mais próximo da aprovação. Assim sua confiança aumenta muito.

O medo da concorrência

Medo de ser reprovado no concurso da polícia

Talvez você não se sinta capaz de passar no concurso da polícia porque acha que os aprovados são “mais inteligentes” que você. O que quer que você ache que significa “inteligência”, posso garantir: isso definitivamente não é verdade.

Desde 2013 acompanho candidatos a concursos policiais em todo o Brasil através do Concurso Policial, e não existe nada parecido com uma inteligência ou capacidade intelectual acima da média entre os aprovados.

O fator mais importante para chegar à aprovação na polícia é justamente a capacidade de ter foco e disciplina para estudar, aliado a uma preparação orientada para as prioridades exigidas pelo concurso. Como já disse aqui antes, nem é preciso saber todo o conteúdo do concurso para ser aprovado.

A quantidade ou a qualidade da concorrência é algo que você não controla. Por isso, é apenas gasto de energia desnecessário ficar pensando nisso, algo que só vai estremecer a sua confiança.

Estou fazendo certo?

A qualidade da sua preparação no concurso da polícia

Outro grande golpe na confiança dos candidatos ao concurso da polícia é a dúvida sobre a qualidade da preparação que estão fazendo.

Estou estudando corretamente? Estou estudando o que deve ser estudado? Estou estudando o tempo necessário?

Se você tem qualquer dessas dúvidas, aqui vai um esclarecimento importante: no começo, não importa como nem quanto tempo você estuda. O que importa é a frequência, ou seja, a manutenção do hábito de estudar diariamente. Lembre-se do seguinte: a frequência vem antes da excelência.

Foi o que aconteceu comigo. Comecei estudando de maneira pouco inteligente, mas sempre mantendo a frequência. Até que adquiri a capacidade de entender o que me faria chegar na aprovação mais rápido, e consegui melhorar significativamente meu desempenho.

Se quiser ficar mais confiante em relação a seu nível de preparação, veja o artigo em que indico como se preparar para o concurso da polícia partindo do absoluto zero.

Concluindo…

Ter confiança em si mesmo é absolutamente necessário para alcançar qualquer objetivo de longo prazo. Minha história é um exemplo claro de que mesmo os candidatos mais improváveis conseguem chegar à aprovação.

Se você sonha se tornar policial, mas passa pela sua cabeça que isso é impossível, comece agora a mudar sua concepção. Como? Inicie os estudos imediatamente. Esqueça essa crença de que passar na polícia é algo para inteligentes, estudados ou extra-terrestres.

Ser policial é uma construção. Você pode começar agora.

Quer mais conteúdo?

Deixe um comentário com dúvidas, pedidos ou sugestões: