Material de Estudo

10 dicas para passar no Teste de Aptidão Física (TAF)

Danillo Ferreira
Escrito por Danillo Ferreira em 9 de janeiro de 2019
10 dicas para passar no Teste de Aptidão Física (TAF)
Conteúdos atualizados para sua preparação

Entre no nosso Grupo de Estudo por e-mail:

Teste de Aptidão Física - TAF

Polícia Militar, Polícia Federal, Polícia Civil etc – praticamente todos os concursos policiais exigem Testes de Aptidão Física (TAF) para que os candidatos aprovados assumam o cargo.

Como boa parte dos concurseiros nunca realizaram testes deste tipo, muitas dúvidas existem sobre as necessidades de treinamento e a forma de proceder para garantir a aprovação, depois que o fardo das provas de conhecimento foi deixado para trás.

Neste artigo, trazemos dez dicas para os candidatos se orientarem acerca dos Testes de Aptidão Física dos concursos policiais, evitando erros bobos, que costumam deixar muita gente de fora.

Caso você tenha sugestões ou dúvidas deixe nos comentários.

#1 – Consiga auxílio profissional

Quando falamos em Teste de Aptidão Física, estamos falando de saúde. E, como sabemos, existe uma gama de profissionais que estudam e sabem exatamente o que é necessário para que cada indivíduo alcance determinado desempenho físico: médicos, nutricionistas, professores de educação física etc.

Assim, é importante que você busque esses profissionais para diagnosticar necessidades e criar um plano de tarefas (de exercícios a dietas) para alcançar seus objetivos.

#2 – Conheça seu TAF

É incrível, mas tem gente que só descobre quais são os testes físicos que irá realizar no dia da prova. Mas desde quando o edital do seu concurso é publicado, é necessário saber especificamente quais são as metas que você precisa alcançar:

  • Tempo e deslocamento da corrida ou natação;
  • Número de repetições de flexões ou abdominais;
  • Modos de realização dos exercícios;
  • Práticas proibidas etc.

Ignorar uma simples especificidade pode fazer com que você treine em vão, e corra o risco de ser reprovado.

O Livro do Concurseiro Policial

#3 – Evite o exagero

Há casos de candidatos que se sobrecarregam de treinamento pouco tempo antes do Teste, pensando em conseguir desempenhos melhores.

Este é um comportamento inadequado, principalmente porque o excesso costuma estar ligado à incidência de lesões, o que pode incapacitar o candidato a realizar um teste, por mais simples que ele seja.

#4 – O aspecto psicológico

As condições físicas, é claro, são essenciais para ser aprovado no TAF. Mas é preciso que, no momento do Teste, o candidato esteja suficientemente calmo e concentrado, ciente de sua capacidade de realizar os exercícios propostos.

Imagine, por exemplo, realizar flexões de maneira inadequada e ter que repetir os movimentos, por pura falta de concentração. Ser aprovado torna-se muito mais difícil.

Já vi vários casos de reprovação por despreparo psicológico… No Teste Físico.

#5 – Antecipação

Além de tomar conhecimento das especificidades do Teste de Aptidão Física assim que o edital for publicado, você deve também se preocupar em treinar o quanto antes, mesmo que seja baseado em testes de concursos anteriores.

Quanto mais tempo tiver para o treinamento, menos isso exigirá de você. Além do mais, é importante lembrar que exercício físico é saúde, algo que precisamos não só para um teste, principalmente se você quer ser policial.

#6 – Treine em grupo

Treinar sozinho pode ser monótono e chato. Um parceiro que tenha os mesmos objetivos que você pode ser útil e incentivador, evitando procrastinação no treinamento.

Há quem reúna grupos de candidatos em uma mesma cidade para realizar atividades físicas conjuntas, dividindo até mesmo os custos com professores de educação física.

#7 – Modere na alimentação

Você corre, nada e malha durante a semana, mas não deixa de lado os exageros que fazem com que mantenha o sobrepeso: lembre-se que sua alimentação tem muito a ver com o desempenho em atividades físicas.

Pessoas com sobrepeso tendem a ter mais lesões e menos disposição física para os exercícios. Por isso, cuide de sua alimentação.

#8 – O dia anterior ao TAF

Dormir bem, não consumir bebida alcoólica nem realizar qualquer atividade que prejudique seu desempenho durante o TAF é essencial.

Preocupe-se também com o que irá comer na manhã em que o teste será realizado. Estar bem hidratado e ter comido algo leve – frutas geralmente são indicadas – ajuda muito.

#9 – Use equipamentos adequados

Durante o treinamento, e quando estiver realizando os exercícios no próprio TAF, é recomendável que o candidato esteja com equipamentos adequados para cada atividade.

Preocupe-se com o tênis que irá utilizar, sunga e óculos de natação, entre outros acessórios. Em alguns testes, são exigidos equipamentos específicos, sem os quais até proíbe-se a participação no TAF.

#10 – TAF não é competição

Para efeito do Teste de Aptidão Física, não importa se você chega à frente dos outros candidatos na corrida ou na natação, ou se realiza mais flexões e abdominais que os demais.

O que importa é atingir o índice exigido no edital, que, no momento da execução do TAF, você já deve saber muito bem. Se arvorar em competição entre os candidatos pode lhe cansar e fazer com que você interrompa o teste antes do final.

***

Quer mais dicas para se tornar um policial?

Para ficar realmente por dentro do cotidiano policial, sabendo das vantagens e desvantagens de se tornar uma agente da lei, leia o Livro do Concurseiro Policial, que além de trazer relatos verdadeiros sobre a atividade policial também vai lhe orientar a encontrar o melhor concurso e estudar para ele.

O Livro do Concurseiro Policial é um material 100% digital, e trás questões e materiais de estudo para um grande diferencial na sua preparação. Pegue agora!

Quer mais?

Deixe um comentário com dúvidas ou sugestões de conteúdo...